5 coisas que você precisa saber para não perder mercado para a concorrência

Acompanhe também nas redes sociais:

A concorrência empresarial consiste, essencialmente, na busca por lucros , ou seja, uma forte disputa sobre quem vai conseguir fazer com que o cliente pague mais por um produto e se sinta plenamente satisfeito por isso. Em muitos setores econômicos é assim, com muitas empresas buscando algum tipo de diferencial para convencer seus clientes.

Um pesquisador da universidade americana de Harvard, Michael E. Porter, sugeriu uma estrutura para analisar o ambiente competitivo da empresa de modo a se definir se é possível uma empresa pode aumentar suas margens de lucro. Pois, você sabia que seu ramo de atividade é que pode ser o problema da lucratividade de seu negócio?

Para responder isso, observe essas variáveis:

Fique por dentro das tendências do mercado com mais rapidez no conforto da sua caixa de entrada:

  1. Rivalidade entre seus concorrentes diretos: se o ritmo de seus concorrentes em criar/entregar novos produtos, serviços ou inovações for alto, a lucratividade de sua empresa será atingida se você não manter o mesmo ritmo.
  2. Surgimento de novos produtos ou serviços substitutos aos seus: um motorista de taxi é ameaçado pelos serviços do UBER. Um comerciante do centro da cidade pode ser ameaçado por plataformas de comercio eletrônico que capturem o poder de compra de seus clientes. Geralmente esse tipo de desafio não vem de seu concorrente direto, mas de alguma empresa oriunda de um novo setor industrial, que não está em seu radar tradicional e retirará sua capacidade de ter lucros.
  3. Novos concorrentes com novos modelos de negócio entrando em seu ramo de atividade: os smartphones modificaram o panorama da concorrência em muitos setores. Por exemplo, o setor de formação profissional tem se modificado fortemente com a entrada de concorrentes que oferecem serviços de educação à distância (EaD), tais como Udemy e Coursera, entre outros. Obter conhecimento on line, gratuito e específico limita a lucratividade de várias empresas que ofertam serviços off line de educação. Esse fenômeno pode ocorrer também em seu ramo de atividade, caso você não esteja vigilante com as novas tendências de seu setor.
  4. Seus consumidores podem estar reduzindo seu lucro: se você vende para um ou poucos clientes, eles podem forçar alguma redução de preços e eliminar a rentabilidade de seu negócio.
  5. Seus fornecedores podem exigir que você pague preços maiores ou reduzir prazos e condições de pagamento. Esse elemento reduz a lucratividade do setor.

Esses elementos, a depender da intensidade, determinam se as empresas são rentáveis ou não. Então, para você não ficar atrás de seus concorrentes é importante entender qual o comportamento e tendências de seu ramo de atividade econômica, e como sua empresa é percebida por seus clientes.

Esses dois fatores poderão orientar uma estratégia vencedora para seu negócio e aumentar sua lucratividade. Lembre que seu lucro está relacionado com as margens que você pode obter em seus produtos.

Como este conteúdo foi útil para você?

Clique em uma estrela para avaliá-lo

Avaliação média / 5. Contagem de votos

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!