CEO, CMO, CFO: entendendo as siglas dos cargos empresariais

Acompanhe também nas redes sociais:

NO TEATRO CORPORATIVO A POSIÇÃO DOS ATORES FAZ PARTE DO CENÁRIO: os 3 acrônimos para você seguir na empresa.

Sim, no teatro corporativo a posição dos atores são complexas e representam sua importância na peça. Para os jovens e recém-contratados, esses títulos podem parecer tão confusos quanto impressionantes.

Cultivar relacionamentos com esses líderes em sua empresa e reconhecer as diferenças entre os papéis deles é crucial para entender sua empresa e o papel que você deve desempenhar nela.

Fique por dentro das tendências do mercado com mais rapidez no conforto da sua caixa de entrada:

Vamos entender melhor essa sopa de letrinhas com os três mais comuns:

Chief Executive Officer (CEO)

O diretor executivo é o primeiro no comando, o líder da empresa e o gerente executivo de mais alto escalão. É o responsável por colocar a empresa para andar ao pensar, planejar e executar a estratégia estabelecida.

Chief Operating Officer (COO)

O diretor de operações é frequentemente o segundo em comando, após o CEO. Substitui o CEO na impossibilidade deste. Em grandes corporações, o COO pode ser uma figura poderosa que supervisiona muitas das operações do dia-a-dia, a fim de deixar o CEO livre para se concentrar em questões de visão e estratégia da empresa, desenvolvimento de negócios e relações com investidores.

Chief Financial Officer (CFO)

O diretor financeiro garante que a empresa funcione da maneira mais eficiente e econômica possível. O CFO desenvolve o orçamento anual, gerencia o fluxo de caixa diário e relatórios financeiros e planeja estrategicamente para o futuro. O CFO também fornece aconselhamento crítico ao CEO.

Ele desenvolve estratégias para refletir o crescimento da empresa e se alinhar às tendências do mercado e do setor, além de cultivar relacionamentos com investidores, instituições financeiras e qualquer outra pessoa que tenha participação em sua empresa.

Esses três atores no teatro corporativo são os mais poderosos e com maior grau de responsabilidade sobre o sucesso ou fracasso da empresa. Cargos que demandam espirito de liderança e capacidade de correr riscos. Um desafio e tanto para quem deseja ser o astro desse teatro.

Diretor de marketing (Chief Marketing Officer, CMO)

O diretor de marketing lidera o plano de marketing da empresa e, em última análise, é responsável pelo desempenho do marketing da empresa. Se a sua empresa é pequena, a CMO provavelmente também supervisionará a publicidade e as vendas. Se for grande, outra pessoa pode executar essas divisões. É trabalho do CMO determinar o público-alvo da sua empresa e as formas mais eficientes de atingir esse público.

Chief Technology Officer (CTO)

O diretor de tecnologia gerencia pesquisa e desenvolvimento (P & D) e garante que o relacionamento da empresa com a tecnologia que esteja em linha com a estratégia. O CTO também deve ficar atento e entender dos avanços tecnológicos e como eles podem beneficiar a empresa. É peça chave numa empresa de tecnologia.

Diretor de auditoria e controle interno (Chief Audit Executive – CAE)

É o controlador chefe da empresa, geralmente um executivo corporativo independente de alto nível com responsabilidade geral pela auditoria interna. Essa função é mais comum nas empresas de capital aberto, as SA´s.  A profissão não é regulamentada, embora haja um número de organismos internacionais de definição de normas, um exemplo do qual é o Instituto de Auditores Internos (“IIA”).

Quanto mais você entende sobre a hierarquia e a estrutura de sua empresa, melhor você pode ver como sua empresa alcança seus objetivos. Também ajuda a informar seus objetivos individuais à medida que você progride na sua carreira. Naturalmente, seus relacionamentos e interações com a equipe executiva determinarão onde você se encaixa no quadro geral.

Transformação digital

Agora que você viu as profissões mais comuns e ligadas a economia tradicional, de massa e tijolos (bricks & mortar economy), verá a seguir os próximos acrônimos surgiram com a transformação digital de muitas empresas da economia tradicional e com a emergência dos modelos de negócio digitais (bits & bytes economy).

São cargos de extrema relevância no mundo atual e com grandes oportunidades de emprego.

Chief Analytics Officer (CAO)

É uma posição responsável pela análise de dados dentro de uma organização, empresa ou uma instituição educacional. O CAO geralmente se reporta ao diretor executivo (CEO). Esta é uma posição emergente e rápida que seria fundamental na transformação digital das empresas. Os CAOs não apenas trazem insights úteis e apoiados pela ciência de dados para a mesa, mas também possuem o ‘RSI’ / ‘Impacto’ resultante dos investimentos em dados e TI na empresa.

Diretor de desenvolvimento de negócios (Chief Business Development Officer – CBDO)

É uma posição dentro de uma empresa estabelecida ao lado de outros cargos executivos, como CEO ou COO. Espera-se que o CBDO tenha amplo e abrangente conhecimento de todos os assuntos relacionados aos negócios da organização, visando identificar novas perspectivas de vendas e impulsionar o crescimento dos negócios e requisitos para o desenvolvimento de produtos que serão coordenados com funções de P & D.

Chief Security Officer (CSO)

É o líder na empresa que é responsável pela segurança da informação, segurança corporativa ou ambos. Esse título foi primeiramente usado principalmente dentro da função de tecnologia da informação para designar a pessoa responsável pela segurança de TI. O Chief Information Security Officer (CISO) é talvez uma descrição mais precisa dessa posição, e hoje o título do CISO está se tornando mais predominante para líderes com foco exclusivo em segurança da informação.

Chief Innovation Officer (CINO)

São líderes responsáveis pelo desenvolvimento de ideias e inovações, não precisão pensar na inovação em si, mas necessitam estabelecer processos que permitam que outras pessoas contribuam. As ideias de inovação também podem vir de fora da empresa (inovação aberta). Como tal, os diretores de inovação mantêm relações com universidades e organizações que realizam pesquisas em áreas de interesse de sua empresa. Eles podem patrocinar projetos de pesquisa ou negociar acordos de licenciamento para usar os resultados da pesquisa. Normalmente, seu histórico envolve desenvolvimento de produto ou marketing. Mais importante ainda, eles estão familiarizados com o processo de transformar ideias novas em ótimos produtos.

Esses líderes são responsáveis pelo sucesso empresarial de muitos negócios. Na pequena empresa, geralmente os sócios executam essas funções de forma sobrepostas, mas isso não impede de saber bem as atividades e os fins dessas funções para que a empresa esteja alinhada as trajetórias mais recentes para o sucesso dos negócios.

Como este conteúdo foi útil para você?

Clique em uma estrela para avaliá-lo

Avaliação média 5 / 5. Contagem de votos 2

We are sorry that this post was not useful for you!

Let us improve this post!